Pesquisar este blog

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

A nossa história de amor - Capítulo 2...

Olá pessoas lindas!! Que gostoso receber vocês aqui no meu cantinho!!

     Vamos continuar a história então??? (Se você perdeu a primeira parte, volte aqui para ler o 1º capítulo dessa história)

     O retiro ao qual eu me referi (lá no Sul, mais especificamente na praia de Guaratuba) era de uma semana, começava na segunda e terminava na sexta! Durante todos esses dias o garotão ficou atrás da garotinha, só se desgrudavam para dormir! Até quando ela ia ligar para o namorado dela, ele ia junto até o orelhão e dava uma distância para que ela pudesse conversar com o namorado com uma certa privacidade!

     No penúltimo dia do acampamento (quinta-feira), ele a convidou para um passeio na praia (de novo??) e lá eles andaram e conversaram e de repente ele pediu para eles sentarem na areia e tomou coragem!! Ele, lutando com uma timidez implacável, falou a seguinte frase para ela: "Pêtra, eu gosto de você mais do que um amigo e eu gostaria que você fosse a mãe dos meus filhos!" (Agora você suspirou e falou ouwww, que lindo, nénão??)

     Ele iria para Alemanha no ano seguinte (para passar uma temporada lá junto com sua família) e ainda completou a declaração de amor dizendo que se ela pedisse ele não iria, que ficaria no Brasil só por ela! Mas gente, ela gostava mesmo do namorado dela e disse para ele que apreciava muito o sentimento de amor sincero, mas que ela não poderia deixar o namoro para trás!

     Na volta daquela viagem, ela compartilhou com seu pai o que tinha acontecido e ele sem papas na língua disse que ela deveria terminar o namoro e ficar com esse menino que tanto lhe amava, é claro que para ela isso foi um absurdo e cortou o assunto com seu pai!

     Durante algum tempo ainda, dessa vez já se usava o MSN, ele tentou convencê-la de que ninguém no mundo poderia amá-la mais do que ele a amava. E numa dessas conversas ele falou que queria poder vê-los no futuro, dali uns 10 anos, foi nesse momento que ela sentiu um frio na espinha, um arrepio dos pés à cabeça e que a fez chacoalhar a cabeça nem querendo acreditar que conseguira se ver ao lado daquele alemão branquela. Seria aquilo uma visão? Ou o psicológico tão pressionado por tantas palavras de amor bonitas que ouvira? Sem saber, terminou a conversa e também com a esperança dele.

     Muitos anos se passaram desde a última conversa (4 anos para ser mais exata), ele já tinha ido e voltado da Alemanha, ido também para os Estados Unidos, ela já estava viajando para os Estados Unidos pela segunda vez e de repente, num site de relacionamentos, encontrou aquele rapazinho que agora tornara-se um homem. Olhou suas fotos, sentiu um aperto no peito e decidiu então mandar um e-mail para saber por onde andava e o que fazia da vida!

     Eles então começaram a conversar como grandes amigos, conversavam horas e sobre todos os assuntos, passaram dias, semanas e de repente ela percebeu que não podia mais passar um dia sem um oi dele. Percebeu que o que sentia por ele era mais do que amizade e arrependeu-se de não ter dado uma chance para ele... Entre uma conversa e outra, ela resolveu perguntar para ele como estava o seu coração e para sua decepção, ele respondeu todo empolgado que achava ter encontrado a mulher de sua vida (e essa mulher não era ela).

     Só que ele retribuiu a pergunta e ela também revelou estar apaixonada! Ele perguntou se era um americano (já que ela estava nos States), ela disse que não, ele então perguntou se era um brasileiro e ela também disse que não! E ele perguntou de onde ele era e então ela soltou: Ele é ALEMÃO! Nesse momento veio um profundo silêncio!

Vou cortar o post mais uma vez para não ficar comprido demaaaiiss!!

   Até o próximo capítulo!!!


  Beijinhos!!

   

6 comentários:

  1. Como assim vai cortar o post mais uma vez?????? Ah vai, continua que eu estou amando ler... s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ufa, consegui terminar!!! É uma longa história!!!
      Beijo!

      Excluir
  2. Eita que suspense... tô amando...

    ResponderExcluir